No dia 22 de janeiro, no horário da aula de Português, as turmas C e E do 7ºAno realizaram uma prova, na Biblioteca da Escola Cidade de Castelo Branco, elaborada pela Porto Editora sobre a obra “O Recruta” de Robert Muchamore, da coleção Cherub.

No âmbito da disciplina de Português e, em colaboração com a Biblioteca, as turmas referidas leram a obra, disponibilizada pela editora, e realizaram a prova que consistiu, exclusivamente, no preenchimento de um crucigrama. A representante da editora deslocou-se à Escola, acompanhou a prova e, no fim, agradeceu aos alunos o interesse manifestado, tendo procedido à entrega de diplomas de participação e de  crachás alusivos à coleção Cherub. Os resultados da prova serão divulgados, em breve, a todos os participantes. 

Escola Cidade de Castelo Branco recebe Menção Honrosa

No dia 7 de julho de 2017, a aluna Inês Margarida07.07 Final CNL Martins Calmeiro, aluna de 9º Ano, da Escola Cidade de Castelo Branco, representou o Agrupamento de Escolas Nuno Álvares, na final Nacional do Concurso Nacional de Leitura, que decorreu na Biblioteca Municipal e no Cineteatro de Anadia.

Para celebrar, mais uma vez, a importância do Livro e da Leitura, estiveram presentes, a nível nacional, 57 alunos apurados das diversas fases distritais. De manhã, teve lugar a semifinal, em que ficaram apurados 5 alunos do 3º Ciclo e 5 do Ensino Secundário. Nesta prova, a fim de avaliar a competência escrita, cada um dos participantes teve de dar asas à imaginação, dando um desfecho a uma narrativa aberta. De tarde, com cobertura da RTP 2, realizou-se a final com os 10 alunos apurados da semifinal e que consistiu numa prova constituída por três vertentes: dramatização de um texto, leitura expressiva e um exercício de carácter argumentativo. A aluna que representou o Agrupamento Nuno Álvares traduziu um excelente desempenho, pois foi uma das 5 alunas selecionadas para a prova final, tendo sido distinguida com uma Menção Honrosa.

Aprenderam a jogar xadrez desde os seus 16 06 CCB PequenosGrandes-JogadoresXadrez7/8 anos, quando ainda frequentavam o 2.º ano de escolaridade. Sempre atentos aos ensinamentos do professor Nuno de Abreu que, com muita paciência e dedicação, ensinou estes "pequenos grandes" jogadores da turma 4.ºB da Cidade de Castelo Branco.

Durante estes 3 anos, e no final de cada ano letivo, o professor Nuno de Abreu, entregou as medalhas aos vencedores e participantes com a presença e colaboração do Sr. Coordenador de Estabelecimento, José Carlos de Oliveira. Este ano, também esteve presente o Sr. Diretor do Agrupamento, António Carvalho, que entregou as medalhas a estes "pequenos grandes" jogadores e que as receberam com a felicidade e o orgulho estampados no rosto.

Parabéns a todos!

No dia 6 de junho, Joana Galvão, técnica do 06 06 CCB CentroRecolhaAnimalCentro de Recolha Animal de Castelo Branco, veio conhecer a nossa escola e apresentar-nos o trabalho que desenvolve este centro em prol dos animais. Durante a visita, tivemos o prazer de lhe entregar o montante angariado pelos alunos da escola, através de uma ação desenvolvida pela coordenação dos diretores de turma e pela "Impressora de Sorrisos", mas que contou com o apoio de toda a comunidade educativa.
Joana Galvão foi recebida pelo Clube de Jornalismo CCB, a quem deu uma longa e interessante entrevista, que aqui reproduzimos em parte. Ficou prometida uma visita ao Centro de Recolha Animal para o próximo ano letivo.

Clube de Jornalismo da CCB

Clube de Jornalismo - O que distingue o Centro de Recolha Animal de um canil tradicional?
Joana Galvão – O que distingue o nosso centro é que não praticamos o abate. Os animais que lá entram são adotados e aqueles que não são adotados permanecem connosco. Outra coisa muito importante é que os animais são tratados com muito carinho e respeito, pois já passaram por muito (...).

Clube de Jornalismo - Apenas trabalham com animais abandonados ou também recebem, por exemplo, animais nos períodos em que os seus donos vão viajar e não os podem levar?
Joana Galvão – Não, neste momento funcionamos só com animais abandonados e não como hotel canino. Posteriormente vamos pensar no assunto, mas para já, não.

Na Escola Cidade de Castelo Branco que integraAlunos SuperT o Agrupamento de Escolas Nuno Álvares já se tornou uma tradição a participação nos diferentes campeonatos propostos pela Eudactica, vulgarmente conhecidos por SuperT matik. Os resultados não deixam margens para dúvidas e atestam o empenho e excelência dos participantes desta instituição de ensino. A saber:

- O aluno João Francisco Fernandes, do sétimo ano, sagrou-se Campeão Ibérico de SuperT de Inglês e Vice-Campeão nacional de SuperT de Geografia.

- O aluno Domingos Franco Frazão, do oitavo ano, sagrou-se Campeão Nacional de SuperT nas disciplinas de História e de Ciências Naturais e Vice-Campeão nacional na disciplina de Geografia.

- O aluno Pedro Pereira, do oitavo ano, obteve o terceiro lugar nacional na disciplina de Ciências Naturais e o sétimo lugar nacional no campeonato da disciplina de Geografia.

Para além dos resultados atrás referidos, obtiveram ainda lugares de destaque, a aluna Carolina Videira, do nono ano, que obteve o nono lugar nacional, a aluna Inês Santos do nono ano, com um décimo primeiro lugar nacional e a aluna Bruna Reis, do sétimo ano, com o décimo quarto lugar, no SuperT de Geografia, entre mais de sete mil participantes, e o aluno Rodrigo Silva, também do sétimo ano, que obteve o décimo terceiro lugar no SuperT de Inglês, entre mais de nove mil participantes.