No decorrer da semana da leitura, no âmbito do Projeto "Todos juntos podemos ler", realizou-se uma sessão com a mediadora de leitura Andreia Brites. A atividade decorreu na Biblioteca Egas Moniz no dia 29 de março, pelas 11:35, e participaram não só os alunos estrangeiros envolvidos no projeto, mas também a turma de 10.º ano do curso de TAS e a turma de 11.º ano de Literatura Portuguesa. Todos os alunos foram envolvidos de forma dinâmica na atividade, facto que parece ter sido do agrado de todos. Logo no início, foi-lhes pedido que se apresentassem, dizendo o nome, o país de origem e a língua usada em casa para comunicação com a família. Da lista de países de origem dos alunos ou dos seus progenitores ou mesmo dos países onde alguns residiram anteriormente, fazem parte os seguintes: Angola, Congo, Brasil, Espanha, França, Ucrânia, Síria, Turquia, Índia e Paquistão. Durante a sessão, a mediadora também questionou os alunos sobre as dificuldades sentidas com a leitura em língua portuguesa e ficou claro que, para os alunos provenientes do Brasil, as diferenças existentes entre o Português do Brasil e o Português Europeu representam um desafio e dificultam a compreensão da língua escrita e falada. 

A Escola Secundária Nuno Álvares participou, mais uma vez, no evento Maratona de Cartas promovido pela Amnistia Internacional e integrado no Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar. Registou-se grande empenho por parte de alunos e familiares, conforme se pode observar nalguns registos que se seguem.

“No 1.º período, nas aulas de História, a Professora propôs-nos participar numa atividade enriquecedora e solidária...” Samuel Barros

“ A Maratona de Cartas é uma campanha da Amnistia Internacional que relata vários casos de violação dos Direitos Humanos.” Flávia Fontelas

No dia 29 de março, no âmbito da Semana do Livro e da Leitura, uma parceria entre a Biblioteca Escolar da Escola Cidade de Castelo Branco e a ULS que dinamiza o projeto SOBE, proporcionou o desenvolvimento de atividades de sensibilização relacionadas com a saúde oral. As atividades decorreram na Biblioteca Escolar da CCB sendo dinamizadas por uma equipa da ULS composta pela Dr.ª Graça Moura e Dr.ª Jeny Velasquez e as estagiárias Cátia Cruz e Ana Brito, envolvendo os alunos do 1.º ano das turmas A e B da CCB e A da EB1 da Boa Esperança. Partilharam-se informações através de imagens e do diálogo em que os alunos interagiram de forma espontânea, relatando vivências e colocando questões sobre comportamentos adequados à temática em questão. As atividades encerraram com uma canção acompanhada de mímica e a oferta de um kit, a cada aluno.

Ficou o compromisso de todos ensinarem os pais a cuidar devidamente da sua saúde oral!

 

Os alunos do 1.º B da CCB e do JI da CCB e Boa Esperança, na semana de 15 a 18 de março, na hora do conto, inerente ao Dia do Pai, aprenderam a importância   do valor da partilha de coisas simples e do papel dos pais nessa partilha. A professora bibliotecária, Célia Rodrigues, projetou ilustrações representativas do desenvolvimento da história acompanhadas por música e gesticulação oportunas.  Os alunos envolveram-se ativamente ao comentar, cantar e simular gestos relativos a pequenos excertos desta história que, de forma divertida e emotiva, apresenta um pai criativo, capaz de inventar brincadeiras e de cuidar muito bem dos seus filhos.

Para finalizar a tarefa, os alunos foram surpreendidos com uma imagem para colorir alusiva à história.